Mães que ocupam cargos de liderança no Gimba

Um estudo revela que o número de mulheres que ocupam cargos de liderança vem crescendo no Brasil.

A pesquisa realizada pela Grant Thornton nos revelou que 38% das mulheres exercem funções de liderança em suas empresas. Apesar da porcentagem ser menor que a do ano de 2021 (39%), o número só aumentou desde 2019 que era de 25%. Ficamos somente atrás de África do Sul que apresenta 42%, de Malásia e Turquia que apresentam 40% e das Filipinas que aponta 39%.

No Gimba, isso não seria diferente! A maioria de nossos colaboradores também são mulheres, isso também reflete nos cargos de gestão, onde na maioria das áreas são ocupadas por mães.

LEIA TAMBÉM: Dicas para organizar seu escritório e ser mais produtivo!

Todas fazem parte da nossa trajetória, conheça cada uma delas:

Adriana Pan: Gestão comercial – departamento de vendas

Qual foi o maior desafio em conciliar o trabalho com a maternidade?
“Quando você vira mãe, você amadurece muito. É como se você recebesse um ‘poder dos deuses’ e conseguisse ser até mais produtiva no seu trabalho. Antes, eu levava o trabalho para finalizar em casa, hoje isso já não acontece porque preciso dar atenção para a minha família e, principalmente, para a minha filha. Então, eu criei uma rotina para ter equilíbrio e, assim, conseguir finalizar as minhas atividades na empresa para vestir o meu papel de mãe em casa.”

No dia das mães, qual foi o seu sentimento em relação a essa data esse ano?
“A pandemia conseguiu unir muito as pessoas, então, este ano, a união da família se fortaleceu ainda mais, principalmente, a importância da mãe que é a base e o alicerce de tudo.”

Para você, o que é ser mãe?
“É a base de tudo, o coração da família, que consegue fazer com que toda a estrutura da família esteja equilibrada com muito carinho e, ainda, sem se esquecer dos detalhes. Se tudo que temos hoje existe, é porque sempre teve uma mãe do outro lado.”

Camila Deranian: Gestão de Marketing

Qual foi o maior desafio em conciliar o trabalho com a maternidade?
“Realmente é bem desafiador, mas a gente consegue! Quando você ama o que faz dá um jeitinho pra tudo. Confesso que muitas vezes extrapolo alguns limites e ‘roubo’ o tempo do meu lado mãe e ai vem a auto cobrança. Mas também estou aqui por elas, pensando assim, consigo confortar o meu coração e ponderar meus dois papéis. Procuro compensar o tempo longe delas quando encerro o trabalho, chego em casa e nos finais de semana que são dedicados a programação delas. Também é importante destacar que para conseguir conciliar tudo é preciso de um suporte, sempre tive muita ajuda do meu marido e da minha sogra quando estou trabalhando.”

No dia das mães, qual foi o seu sentimento em relação a essa data esse ano?
“De gratidão! Passei o dia com a minha mãe, minha vó, minhas irmãs, minha sogra… muitas mães! Foi muito bom celebrar o dia ao lado delas que são tão importantes para mim. Mas como eu disse, os finais de semana são os dias que eu reservo para a minha família, então é como se nós celebrássemos um pouquinho todo final de semana, esse domingo foi apenas mais uma data especial que a gente se reuniu. Eu acredito que não precisamos de um dia para poder comemorar, temos que celebrar a família todos os dias, enquanto ainda a temos.”

Para você, o que é ser mãe?
“O maior presente da minha vida foi ter dado a vida às minhas filhas. É mágico você imaginar que tem um coração batendo dentro de você, que você será responsável por aquela vida dali em diante. E quando nasce, é como se ele aquele coraçãozinho continuasse ali dentro. Então, para mim, ser mãe é sinônimo de vida! É cuidar, proteger, orientar, dar amor e isso durante todas as fases, seja quando criança, adolescente ou adulto!”

Cristiane Natalino: Gestão de compras

Qual foi o maior desafio em conciliar o trabalho com a maternidade?
“Eu tenho um bebê de 2 anos, então trabalhar de home office foi uma loucura. Mas foi um grande aprendizado para dividir o meu tempo entre o meu filho e o meu trabalho. A organização nesse momento me ajudou muito.”

No dia das mães, qual foi o seu sentimento em relação a essa data esse ano?
“Esse foi o meu primeiro dia das mães que fui em escola, então foi algo muito legal! Você só descobre o significado da palavra mãe quando você tem um filho. O valor a sua mãe, as privações que precisa ter… É nesse momento descobrimos que existe um coração fora, e esse coração significa você deixar de fazer por você para fazer pelo outro. Então, a celebração é exatamente sobre isso.”

Para você, o que é ser mãe?
“A palavra mãe é uma descoberta e uma realização. Sempre adorei segurar no colo os filhos das pessoas mas quando quando eu tive o meu, eu me perguntei: “o que eu vou fazer?”. Então, educar é uma responsabilidade grande, me faz refletir o que eu quero ser de espelho para ele no futuro.”

Edna Ghion: Diretoria

Qual foi o maior desafio em conciliar o trabalho com a maternidade?
“Primeiro, com um cargo de liderança, você não tem horário definido. Segundo, você precisa tomar algumas decisões: de ter um bom respaldo de alguém que possa cuidar de seu filho ou abrir mão de algumas coisas do seu trabalho para conseguir passar um tempo a mais com ele e, talvez, refletir sobre a sua carreira, se vale a pena investir mais e acabar não ficando tão perto assim do seu filho. Mas isso mudou bastante, a minha maternidade já tem alguns anos de trajetória, o que se difere muito das rotinas das mães de hoje que possuem uma flexibilidade que nós, naquela época, não tínhamos. Estamos evoluindo cada vez mais sobre isso.

Mas o maior desafio é não perder os focos tanto no trabalho quanto no seu filho que está em casa e cuidar de duas coisas que são muito importantes para a sua vida.”

No dia das mães, qual foi o seu sentimento em relação a essa data esse ano?
“Como virei vó recentemente, foi bem gostoso passar os dias das mães com os meus netos. Além deles, celebrei com as minhas noras, com as mães delas… Enfim, como sou muito família, acho muito importante todos estarem juntos e unidos, inclusive para a formação dos netos. Então, foi algo bem especial celebrar e construir memórias que vamos lembrar para sempre.”

Para você, o que é ser mãe?
“Ser mãe é algo único! Ela é aquela que realmente dá as diretrizes e mostra o caminho certo aos filhos. Hoje eu acredito que isso esteja um pouco confuso, porque as mães querem exercer um papel mais de amiga do que de mãe e perdem a grande oportunidade de guiá-los. Amigos se tem vários, mas mãe só se tem uma. Então, eu acho que o seu verdadeiro papel é falar a verdade e orientar da melhor forma possível, porque a mãe é a única que tem o poder para fazer isso. Você pode ser amiga, mas nunca deixe de ser mãe. Mesmo que meus filhos tenham quase 40 anos, eu ainda continuo guiando e orientando quando é necessário.”

Juliana Raquel de Souza: Gestão comercial – departamento de vendas

Qual foi o maior desafio em conciliar o trabalho com a maternidade?
“Conciliar as duas coisas foi um grande desafio. É como se fosse um trabalho de 2 turnos, primeiro na empresa, como gestora, e depois em casa, como educadora. O meu filho sempre foi muito tranquilo, sempre falo que ele “me ajudou muito” em meu trabalho. Também, sempre tive uma grande ajuda da minha família e, principalmente, do meu marido, nós dividimos as tarefas. Quando, por exemplo, tenho reunião, ele vai buscá-lo na escola, ajuda na hora de preparar a janta.”

No dia das mães, qual foi o seu sentimento em relação a essa data esse ano?

“Tive 2 comemorações nesse dia, porque também foi o meu aniversário. O dia das mães, para mim,

significa um presente duplo. Ainda mais, que passamos por 2 anos de pandemia e este ano conseguimos nos encontrar, por isso sinto um sentimento de agradecimento.”

Para você, o que é ser mãe?
“Para mim, ser mãe é mágico! A partir do momento que você vira mãe, você se torna espelho para uma pessoa, então a preocupação é sempre em fazer o certo para ele.”

Margareth Pieretti: Gestão financeira – diretoria

Qual foi o maior desafio em conciliar o trabalho com a maternidade?
“É um desafio intenso e todos os dias tem algo diferente para se lidar. Temos que saber organizar as nossas prioridades, ás vezes o trabalho pode ocupar a maior parte do nosso tempo, mas é saber administrar esse tempo com o decorrer da vida e do crescimento do filho.”

No dia das mães, qual foi o seu sentimento em relação a essa data esse ano?
“Como perdi familiares na pandemia, o sentimento que prevaleceu foi de saudade. Nesse dia, eu e minha família aproveitamos para celebrá-los e lembrar todos os momentos que vivemos juntos. Então, para mim, foi um momento bem particular.”

Para você, o que é ser mãe?
“Para mim, a palavra mãe é muito forte. Minha mãe, por exemplo, sempre me apoiou, me ajudou, me incentivou em muitos momentos da minha vida. Então, acredito que todas as mães, não só as que nos gerou mas também as que ganhamos durante as nossas vidas, elas possuem o papel de darem força aos seus filhos, de apoiá-los, de dar bronca e pontuar quando é preciso.”

Maria Luiza da Silva: Gestão de sistemas

Qual foi o maior desafio em conciliar o trabalho com a maternidade?
“Para mim, sempre foi muito importante acompanhar o crescimento, o desenvolvimento e a educação dos meus filhos. Então, o maior desafio foi conseguir organizar a agenda para ter tempo para o trabalho e de estar presente em tudo na vida dos meus filhos. Minha mãe sempre me deu um suporte nessa parte também.”

No dia das mães, qual foi o seu sentimento em relação a essa data esse ano?
“Foi um sentimento de reencontro e proximidade com as pessoas. Como a pandemia nos afastou, este ano conseguimos nos aproximar novamente.”

Para você, o que é ser mãe?
“Ser mãe significa tudo. Eu falo para o meu filho que o dia mais especial da minha vida foi o dia em que ele nasceu, foi o sentimento mais especial que senti. Sempre dizem que sou muito mãezona e eu sou mesmo! Me sinto mãe da minha equipe também, então é uma palavra que significa tudo para mim!”

……………………….

Todas as conquistas e evoluções profissionais de cada uma delas são eternizadas e guardadas na nossa história de sucesso.

Não deixe de demonstrar à sua mãe o quanto ela é importante para você, dá um Gimba e veja as variedades de produtos para surpreendê-las!

Deixe um comentário